quinta-feira, 24 de julho de 2014

Segurança e Autoestima alta X Padrões impostos

Autoestima como já foi falado não é só relacionada ao físico, mesmo assim, existem padrões impostos de que temos que ser felizes o tempo todo, ativos, ricos, temos que possuir muitas coisas pra alcançar a felicidade, temos que ter um relacionamento, temos que fazer muitas coisas, temos que, temos que, temos que... isso por si só já é pressão o suficiente que a sociedade impõe.

Então o mais importante é ter consciência do que faz bem para si mesmo, é se ouvir e parar de se comparar. A comparação é a pior arma contra o próprio processo e busca de objetivos em um caminho que é só da pessoa.

Para manter a autoestima elevada e seguro consigo mesmo, é importante reconhecer suas próprias habilidades, ferramentas, técnicas, valores, missões, objetivos e metas. A partir disso, saber ouvir a si mesmo, o que tem vontade de fazer, para então dar o próximo passo seguindo essa intuição, sem medo de fazer um caminho diferente dos demais.

É renovar ou inovar conhecimentos, com cursos, leituras, e pesquisas, manter a saúde sentindo-se bem como está fazendo isso, trabalhar com o que ama e sabe que é bom no que faz, fazer o que só você pode oferecer para o mundo, buscar fazer a diferença porque sabe que é importante e sua existência não é por mero acaso, compreender que suas emoções tem um fluxo e não tem problema se sentir de determinada forma, acolha e aceite seus sentimentos, todos são válidos. Fazer mais o que se tem prazer, viver com leveza e aceitação do fluxo e fluidez da vida.



Existem técnicas que podem ajudar: Psicoterapias, Terapias diversas, Arteterapia, técnicas de PNL (Programação Neuro Linguística), Coaching, Meditação, Visualização Criativa, Danças, Terapia Floral, Acupuntura, entre outras, a pessoa pode procurar a técnica que mais se identifica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua contribuição para o Blog! Namastê!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...