quarta-feira, 23 de julho de 2014

Insegurança e desenvolvimento de transtornos ocasionados pelos padrões de beleza

Diversos fatores são responsáveis pela construção da autoestima, principalmente na infância, mas na vida adulta a autoestima continua sendo construída. Na infância é importante que a criança experimentar uma aceitação de seus pensamentos, sentimentos e valores pessoais, os pais não desvalorizarem suas expressões por ‘ser só uma criança’; estar inserida num contexto com limites claramente definidos, que sejam justos e não opressores; os pais não usarem de autoritarismo e violência para controlar e manipular a criança, não humilhar, nem ridicularizar; os pais devem manter altos padrões e altas expectativas em termos de comportamentos e desempenhos da criança, não subjulgar seus desejos e sonhos; também é bom que os pais apresentem uma alta autoestima, pois eles são exemplos vivos do que a criança precisa aprender, são os modelos.

Se a pessoa sofreu bullying ou foi subjulgada em seus meios sociais, se foi muito cobrada com relação ao corpo e a aparência, se praticou algum esporte no qual exigia um padrão rígido de alimentação, exercício e forma física e também se a mãe ou o pai apresentam tais transtornos é bem possível que a pessoa também tenha por genética ou pelo modelo de alimentação. Isso inclui os transtornos alimentares como a anorexia, bulimia, obesidade e transtornos alimentares não especificados que estão aparecendo cada vez mais como uma obsessão e compulsão pela magreza e a culpa depois de comer.


A insegurança com relação ao corpo pode aparecer de diversas formas, mas independente do meio externo, é a forma como a pessoa se enxerga, o padrão inalcançável que quer atingir e nunca está bom o suficiente e como deseja que outras pessoas a vejam e a admire. 

No caso de haver um transtorno alimentar ou outros transtornos que acometem a vida da pessoa, é imprescindível buscar ajuda psiquiátrica e psicológica.




 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua contribuição para o Blog! Namastê!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...