segunda-feira, 7 de julho de 2014

Autoestima! Mas o que é?

Olá pessoal! Há um tempo atrás dei uma entrevista pra Revista Weekend sobre autoestima, vou postar aqui um pouco mais sobre o assunto em vários posts diferentes. Se quiser ver na revista o esse é o Link.

Todo mundo fala por aí da importância de ter uma autoestima alta, de confiar em si mesmo, etc.
Mas afinal, qual é o conceito de autoestima?

A autoestima é a valorização, apreço, a avaliação e o conceito que a pessoa tem de si própria. Portanto, a autoestima (autoconceito) pode ser alta ou baixa. Na autoestima alta, não é apenas “gostar” de si mesmo, a pessoa acredita que tem valor, sua atitude consigo mesma é positiva, tem amor próprio, acredita em sua capacidade de lidar com as situações.

Para a Psicologia, refere-se ao valor e qualidades que atribuímos a nós mesmos, ao conceito que temos sobre nossas limitações e potencialidades, a consciência e a aceitação destes, mesmo quando os resultados são diferentes do esperado e disposição e percepção de ser competente para lidar com as adversidades da vida e ser merecedor de felicidade.

Uma autoestima elevada envolve um conjunto de características: autoconfiança, autoimagem, autovalorização, autorrespeito, autoaceitação, acolhimento dos próprios sentimentos e emoções, comparar-se apenas consigo mesmo, a segurança no próprio potencial, a certeza da capacidade de enfrentar os desafios da vida, a consciência do próprio valor e do direito ao sucesso, à felicidade, sentir-se adequado à vida, competente e merecedor.

Além disso, também é um sentimento valorativo do conjunto das nossas características físicas, mentais, emocionais e espirituais que formam a personalidade. Esse sentimento e conceitos podem ser mutáveis.
Há psicólogos que definem a autoestima como sendo a função do organismo que permite a autoproteção e o desenvolvimento pessoal, uma vez que a falta de autoestima afeta a saúde, as relações sociais e a produtividade. Portanto ter estes sentimentos, pensamentos e comportamentos não só relacionados a nós mesmos, mas também na relação com outras pessoas e com o mundo.

O amor próprio está bem relacionado com a autoestima. É a capacidade de se aceitar, amar  e agir inclusive com o que considera defeitos, não só o conceito que tem de si, mas suas atitudes amorosas com relação a você mesmo.


Você tem se olhado com carinho? Tem se cuidado? Lembre-se: amar o próximo COMO a ti mesmo. Se você não se amar, como quer amar outra pessoa ou que outra pessoa te ame? Seja sua melhor amiga!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua contribuição para o Blog! Namastê!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...