quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Acupuntura no controle de Ansiedade


Olá!

Vou falar hoje de um assunto muito discutido e de extrema importância, afinal, nos dias de hoje é extremamente comum a tal da ansiedade estar presente excessivamente no nosso dia a dia, não é? Com todo o trânsito, correria, pressa, prazos e tudo o mais, quem nunca sofreu de ansiedade?


Afinal, o que é ansiedade?


A ansiedade é um processo fisiológico, selecionado naturalmente através da evolução humana, apresentando reações físicas que tem como objetivo preparar o indivíduo para enfrentar um perigo, apresentando comportamentos adaptativos frente a situações ameaçadoras, especialmente no que se refere à sua sobrevivência.

“Num aspecto mais subjetivo, e mesmo patológico, o termo ‘ansiedade’ refere-se a um estado emocional de aflição e medo, no qual o indivíduo sente-se vulnerável em relação a diversas expectativas, em geral bastante negativas.” (Ana Paula Varella Ferreira, Link


A ansiedade – o processo fisiológico- em si não é um problema, torna-se um quando se é patológica, ou seja, experienciada de maneira desproporcional à situação enfrentada, quando ocorre na ausência de qualquer perigo real, causando sofrimento intenso e até crônico ao indivíduo.


Sendo um ou outro caso a situação, em todas elas a ansiedade possui uma manifestação física importante, e os seguintes sintomas estão normalmente presentes:
·         Taquicardia
·         Respiração difícil, curta ou faltando
·         Tremor nas mãos ou em outras partes do corpo
·         Sudorese excessiva
·         Desconforto abdominal
·         Sensação de medo ou perda de controle


Existem diversos tipos de transtornos de ansiedade: Síndrome do pânicoTranstorno Obsessivo-CompulsivoFobias e Transtorno de Ansiedade Generalizada.


Para controlar a ansiedade existem diversos métodos como, por exemplo, a psicoterapia, meditações, técnicas de respirações, técnicas de relaxamento, técnicas cognitivas, medicamentos nos casos mais intensos, exercícios físicos, Acupuntura, florais, massagens, e diversas outras.



Todas as técnicas citadas têm como objetivo harmonizar o organismo, trazendo de volta o equilíbrio perdido.

Falarei hoje do papel da Acupuntura no controle da ansiedade, que além das tão conhecidas agulhas, também envolve outras técnicas como: super-imãs, magnetos, colorpuntura, aurículoterapia, moxa, ventosa, e uma infinidade de alternativas para os que não são fãs das agulhas.
De acordo com a Medicina Tradicional Chinesa, corpo e mente são interligados, portanto além de trabalhar a mente, na Medicina Chinesa trabalhamos o corpo, inclusive na parte mais interna nos órgãos e vísceras do corpo. Calma! Não abrimos o corpo para mexer lá dentro, mas sim, com os pontos de acupuntura e meridianos é possível que um estímulo nervoso reflexo seja enviado para estas partes.
Na Medicina Chinesa os órgãos e vísceras estão associados às emoções (a alegria/mania é associada ao Coração, a preocupação é associada ao Baço, a tristeza ao Pulmão, medo e fobia aos Rins, a raiva ao Fígado).
Dizer que uma emoção é associada a um órgão quer dizer que esta é a emoção à qual o órgão em questão é vulnerável; Sempre que as emoções se estagnam por tempo demais sem serem trabalhadas, irão agredir os órgãos correspondentes. Sentir tais emoções não fere os órgãos: fixar-se a uma delas é que é prejudicial. O movimento e a fluência é sempre importante.

A ansiedade pode aparecer por diversos motivos e emoções diferentes, portanto, para um diagnóstico bem feito e consequente tratamento eficaz, é necessário fazer diversas perguntas para chegar à raiz da questão.

Mas o que de fato a Acupuntura faz?

A estimulação física, que envolve as técnicas já citadas em pontos de acupuntura, promove a autorregulação das funções do corpo gerando saúde ao paciente, pois restaura o equilíbrio, previne e trata doenças.

Diversas questões físicas são causadas pela somatização devido a ansiedade, como as dores de estômago/gastrite, diarreia/constipação, insônia, dores, disfunções sexuais, entre outros sintomas. Além de atuar na raiz da questão, a Acupuntura trata com eficiência todas estas questões. 



A Acupuntura promove o equilíbrio físico e mental, aumentando a produção de endorfina e serotonina, responsáveis pela sensação de bem estar, sem agredir o corpo e a mente. A acupuntura age nos centros reguladores da ansiedade como um calmante.



Além disso, durante a sessão o paciente experimenta a agradável sensação de leveza e relaxamento induzida pelo estímulo dos pontos, é extremamente gratificante e o efeito é duradouro!

Depois de ver que existem tantas alternativas para o sentimento desagradável da ansiedade, dá até vontade de começar já, né?!

Namastê!













Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua contribuição para o Blog! Namastê!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...