segunda-feira, 26 de novembro de 2012

A História da Acupuntura

A acupuntura é um dos tratamentos médicos mais antigos e teve sua origem na China, há mais de 2500 anos. As raízes de sua filosofia estão nos ensinamentos tradicionais do Taoísmo, que promove a harmonia entre os humanos e o mundo a sua volta, assim como um equilíbrio entre o yin e o yang.

São vários os textos que, no decorrer dos séculos, ajudaram a promover os princípios da acupuntura. A mais antiga menção ao termo "acupuntura" pode ser encontrada no "The Nei Jing Yellow Emperors Classic of Internal Medicine", de Huang Di, que data de cerca de 300 a.C. 

O livro descreve várias doenças, suas origens e descrições de pontos da acupuntura. Em 260 d.C., o famoso médico Huang-Fu Mi compilou um texto de 12 volumes descrevendo a acupuntura, chamado de "Zhen Jiu Jia Yi Jing Comprehensive Manual of Acupuncture and Moxibustion". Seu livro descreve quantos dos pontos são utilizados ainda hoje, explicando sobre onde e em qual profundidade inserir cada agulha.

Os primeiros acupunturistas utilizavam agulhas feitas com pedras e ossos, mas posteriormente começaram a criar agulhas de metal, como o bronze, ouro e prata. Originariamente, havia apenas 365 pontos de pressão no corpo, cada um correspondendo a um dia diferente do ano. Após algum tempo, esse número cresceu e chegou a mais de 2 mil pontos diferentes.

No começo do século XIX, os viajantes que haviam ido à China começaram a introduzir a acupuntura no Ocidente. Médicos na Europa e nos EUA começaram a fazer experimentos com esta técnica. Um dos maiores e primeiros devotos da acupuntura no Ocidente foi um acadêmico francês chamado de Geourge Soulie de Morant. Ele viajou para a China na virada do século XX. Quando retornou à França, após quase duas décadas, ele apresentou os textos e técnicas clássicas da acupuntura para os médicos franceses.

Já nos EUA, a acupuntura tornou-se popular na década de 70, com a viagem que o presidente Nixon fez à China. A primeira menção feita à acupuntura na mídia americana foi um artigo do "New York Times" escrito pelo repórter James Reston, no qual ele descrevia como a acupuntura aliviara sua dor após uma cirurgia de apendicite.

Nas últimas três décadas, a acupuntura ganhou ainda mais impulso e credibilidade. De acordo com uma pesquisa nacional sobre saúde feita em 2002 nos EUA, a maior pesquisa sobre medicina complementar e alternativa feita até hoje, estima-se que 8,2 milhões de adultos americanos já experimentaram a acupuntura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua contribuição para o Blog! Namastê!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...